Blog

tripé dos investimentos

Tripé dos investimentos: entenda a sua importância ao investir

por URBS Imobiliária - Publicado em 10 de março de 2020
tripé dos investimentos
Tempo de leitura 5 min

Qualquer decisão que envolva aplicações e investimentos exige que o investidor tenha muito cuidado, atenção e esteja seguro de suas escolhas em cada etapa desse processo. Entre todos os pontos que precisam ser avaliados durante essa jornada, ele precisa considerar cuidadosamente três fatores principais que constituem o tripé dos investimentos: risco, rentabilidade e liquidez.

Esses fatores representam o alicerce de todo e qualquer investimento saudável e equilibrado. Quer entender mais sobre como isso impacta sua carteira de aplicações? Continue lendo este artigo para entender mais a fundo a importância do tripé e o benefício de basear-se nele ao investir.

Entenda como funciona o tripé

Conforme mencionado, o tripé é composto por três elementos essenciais: risco, rentabilidade e liquidez. O termo “tripé” reflete o que tais fatores, em conjunto, representam na área dos investimentos, isto é, o alicerce que suporta, de maneira sólida e consistente, todas as decisões do investidor.

Sendo assim, ele é considerado como um dos fatores principais na seleção dos melhores investimentos e produtos financeiros. Ao ignorar o tripé no momento de investir, há um risco alto de o investidor não atingir sua meta financeira ou, inclusive, perder uma parcela do montante investido devido a decisões erradas.

Conheça a estrutura do tripé

Saiba como funciona cada uma das fundações do tripé de investimentos e sua importância na hora de tomar decisões financeiras.

Risco

Uma das bases que fazem parte desse tripé é o tipo de risco que uma aplicação em específico oferece a quem investe. Além disso, ele também representa a etapa de avaliação de risco, na qual o investidor analisa o quanto está disposto a arriscar seu capital em busca de melhor retorno.

Liquidez

Significa a velocidade com que podemos reembolsar uma aplicação e disponibilizá-la para uso. Quanto maior for a liquidez de um investimento, maiores serão as chances de os investidores reembolsá-lo. Investimentos de baixa liquidez se tornarão um empecilho quando houver a necessidade de resgate rápido, uma vez que, com baixa liquidez, esse processo será bem lento.

Rentabilidade

Chamamos de rentabilidade o valor que um investimento específico pode oferecer de retorno aos investidores com o passar do tempo. Quando as possibilidades de lucratividade forem mais altas, o risco para quem investe também aumenta.

Apesar de nenhum ativo oferecer o melhor desses três fatores concomitantemente — isto é, com ótima liquidez, risco mínimo e o maior retorno possível — é possível estruturá-los de maneira mais sólida e equilibrada, combinando, pelo menos, dois desses fundamentos.

Perceba a relevância do tripé

Já sabemos que nem sempre é possível obter todos os três elementos do tripé dos investimentos em apenas um tipo de investimento. Contudo, pode-se criar um portfólio sólido e diversificado com produtos que ofereçam, pelo menos, uma das três bases desse tripé e, assim, obter liquidez satisfatória, bons retornos e uma carteira segura de modo geral.

Para que isso aconteça, o investidor deve compor seu portfólio com um produto que ofereça liquidez diária, outro que apresente menos riscos e outro que gere maiores retornos a curto, médio e longo prazos. O equilíbrio e o reequilíbrio do portfólio são indispensáveis para atingir bons resultados e deixar os investimentos protegidos pela base desse tripé.

A chave para a construção de um portfólio sólido, que ofereça liquidez, bons retornos e mais segurança ao investidor, é buscar sempre manter uma boa administração de riscos e planejá-lo cuidadosamente desde o início.

Aprimore sua tomada de decisão

É bom ressaltar que a solidez dos três itens do tripé de investimentos só pode ser alcançada em um portfólio diversificado. Lembre-se, portanto, de que ativos que geram retornos mais altos, por exemplo, oferecem mais riscos ou perdem em liquidez.

Isso também se aplica aos investimentos mais seguros, que costumam gerar retornos mais baixos que os ativos de maior risco — que inevitavelmente oferecem aos investidores melhores retornos. Conforme o investidor se aproximar do tripé, isso o levará, em todo caso, à perda de uma das bases do tripé em um único investimento.

Quando se trata de investir, tente identificar qual é seu objetivo: precisa de uma boa liquidez ou aceita correr maiores riscos para conseguir obter melhores retornos? Toda escolha inclui as três bases do tripé, por isso, a opção mais benéfica em relação a esses fatores é específica para cada indivíduo, de acordo com suas necessidades e objetivos.

Frequentemente, o erro de escolher apenas um aspecto do tripé pode ter sérias consequências. Entretanto, uma boa decisão tomada, baseada no que o investidor procura nos ativos, pode resultar em um sólido portfólio de investimentos, um planejamento financeiro organizado e boas oportunidades de receita futura — seja para renda fixa ou ações.

Desenvolva a visão holística

Um dos maiores equívocos cometidos pelos investidores é não avaliar um investimento a partir da visão holística e se basear apenas nas previsões de rentabilidade. É bastante comum encontrar aqueles que tentam prever a porcentagem de rendimentos, considerando a rentabilidade anterior, mas esquecem a importância de analisar os investimentos como um todo ao tomar decisões. Afinal, a lucratividade passada não significa lucratividade futura.

Desenvolver uma visão global sobre os investimentos é crucial para quem pretende obter não apenas os melhores retornos, mas que também buscam as melhores alternativas baseadas em seus objetivos pessoais.

Conquiste a sua carteira de investimentos

Sempre tente determinar a relação entre risco e retorno do produto no momento de aplicar seu dinheiro e analise todos os conceitos básicos que compõem as suas tomadas de decisão. Dessa forma, você pode fazer a melhor escolha com base em suas metas e necessidades predefinidas.

Como você pode ver, é fundamental contar com o tripé de investimentos para fazer a escolha dos melhores tipos de aplicações. Escolha investimentos que ofereçam boa liquidez, outros que ofereçam mais segurança e menos riscos e aqueles que proporcionarão maiores retornos ao longo do tempo. Gerencie os riscos de seus investimentos e planeje seu portfólio com cuidado.

Agora que você já sabe o que é o tripé de investimentos, assine a nossa newsletter para receber em primeira mão mais dicas sobre o assunto!


Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Categorias: Mercado e Investimentos