Arquitetura e Decoração

Fique por dentro das últimas tendências de construção de apartamentos modernos

janeiro 28, 2019
apartamentos modernos
Tempo de leitura 6 min

Cada vez se torna mais perceptível como os hábitos de consumo do brasileiro estão distantes das antigas gerações, principalmente quando olhamos para as pessoas mais jovens que desejam morar bem e o segmento da construção civil vem sendo impactado por isso. Um reflexo disso são os apartamentos modernos e, ao mesmo tempo, compactos.

Atualmente, esse estilo é uma das grandes vertentes tomadas pelas incorporadoras que visam reter o mercado que está mais exigente, principalmente em relação ao preço dos imóveis. Segundo o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), em 2017, apartamentos com menos de 45 metros quadrados somavam mais 42% das unidades lançadas na capital paulistana.

É fundamental estar atento às mudanças da construção civil, principalmente pela sensibilidade que ela sofreu e ainda sofre na economia nacional. Neste artigo, portanto, levantamos as principais tendências que você deve acompanhar sobre esse mercado. Confira!

Studios: conceito de apartamentos modernos

A crescente demanda popular fez com que, em diversas cidades no mundo, incluindo brasileiras, se criassem um novo conceito de apartamentos: os studios. Esse estilo consiste em cômodos como quarto, sala e cozinha sem divisória, além de uma arquitetura contemporânea.

O perfil da família brasileira — o maior número de pessoas morando sozinha, por exemplo — potencializou a criação desse novo estilo. Em Goiânia, já existem empreendimentos que se adequam a esse novo estilo, oferecendo apartamentos modernos e, paralelamente, que estejam ao estilo dos novos hábitos dos goianos.

Um outro fator que influenciou bastante foram os locais estratégicos da cidade, principalmente os grandes centros, onde tudo está disponível a pequenos passos, incluindo seu local de trabalho. Para muitas pessoas que moram em studios, ter um imóvel com metro quadrado maior não faz jus às longas horas gastas no trânsito para ir e voltar a trabalhar.

Para equilibrar aqueles com certo tipo de resistência, construtoras constroem condomínios com diversas áreas compartilhadas como coworkings, lavanderias e área de lazer para facilitar a rotina diária pesada dos moradores. Além disso, alguns locais também disponibilizam serviços equivalentes com os que são vistos em hotéis executivos.

Maior retorno para investidores

Como os imóveis estão localizados em bairros onde o metro quadrado é mais valorizado, o índice de retorno — feito a partir da divisão do valor do aluguel em relação ao preço pago pelo imóvel — para investidores é mais favorável. Segundo os dados da FipeZap, em julho de 2017, os apartamentos que possuem um dormitório oferecem aos proprietários 0,40% quando alugados e, em contrapartida, os mais espaçosos, apenas 0,31%. Ou seja, quanto maior o valor de aluguel, maior será a taxa de retorno para o investidor.

Um outro fator que torna a escolha feita ainda melhor é o cenário atual do mercado imobiliário. Durante as crises advindas de 2015, a população brasileira rejeita a ideia de compra de um imóvel e enxerga no aluguel uma opção de custo menor, mesmo em bairros de grande valorização.

Decoração Inteligente

Com a redução do espaço dos apartamentos, a arquitetura ganhou um grande desafio: decoração funcional para maximizar cada metro quadrado. É fundamental que todos os móveis sejam alocados especificamente, gerando soluções eficientes para manter o espaço.

Listamos quais são as principais ideias que alcançam essa perspectiva, além de proporcionar elegância, sofisticação e leveza ao seu imóvel.

Reaproveitamento de ambientes

Uma das principais características dos apartamentos modernos e compactos é a integração entre todos os cômodos do imóvel. Mesmo que pequenos, é possível alocar móveis multifuncionais que fazem a união entre as diferentes partes do local.

Por exemplo, uma mesa pode se tornar ao mesmo tempo, a geladeira oficial da casa. Isso acontece porque em algumas adaptações permitem colocar na parte interna, a refrigeração necessária para alguns alimentos e bebidas. Consequentemente, o espaço inicialmente destinado à geladeira pode ser aproveitado de alguma outra forma.

Além do mais, é fundamental que o arquiteto analise o perfil da família — ou morador — que viverá naquele local. Algumas estruturas podem ser aproveitadas melhor, caso não seja tão utilizada. A sacada é um grande exemplo disso: muitas vezes, o espaço se torna uma extensão da sala ou até mesmo do único dormitório. Outro espaço que pode ser reaproveitado é a lavanderia. No entanto, se o condomínio oferecer o mesmo serviço compartilhado, pode-se transformar o seu cômodo em um novo ambiente, como um closet.

Conceito aberto

Você já deve ter ouvido falar que as paredes trazem a sensação de aperto. E isso faz sentido! As áreas sociais podem ser bem aproveitadas se eliminarmos as divisórias da cozinha e da sala, gerando um ambiente aconchegante. Esse conceito se torna mais dinâmico com os móveis certos, cores mais leves e uso de espelhos.

Decoração reaproveitada

Engana-se quem pensa que é preciso de muita verba para realizar belas decorações em apartamentos compactos. Um belo trabalho pode ser feito com móveis adquiridos em lojas de antiguidade e brechós! Se você for um amante da decoração clássica, uma boa opção é intercalar itens de diferentes décadas.

Esse mix é uma das grandes tendências da arquitetura moderna. As inspirações industriais possuem flexibilidade com outros estilos, como o rústico, clássico, pop, futurístico, entre outros. Basta deixar a criatividade rolar solta e aproveitar toda a estrutura do seu apartamento.

Sustentabilidade

Ainda sobre reaproveitamento, a sustentabilidade também faz parte da história desse estilo de apartamento. Os novos projetos visam minimizar os impactos da sociedade na natureza, como o grande número de lixo produzido diariamente e, ao mesmo tempo, sem impactar no conforto e praticidade.

A iluminação e ventilação natural também são grandes tendências do estilo sustentável e aberto. Alguns prédios oferecem grandes janelas, que reduzem a quantidade de equipamentos de refrigeração ambiente e diminui a quantidade de iluminação artificial.

Como você pode perceber, não faltam tendências da construção para tornar esses ambientes compactos agradáveis. E é justamente pelo conforto dos apartamentos modernos que cada vez mais os brasileiros se adaptam a essa cultura.

Se você se identificou com essa mudança do perfil da família brasileira e ficou interessado em viver em um apartamento nesse estilo, que tal entrar em contato conosco? Veja quais são as opções que a URBS tem a oferecer para você!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário