Blog

bairros de goiânia

Quais são os melhores e mais valorizados bairros de Goiânia?

por URBS Imobiliária - Publicado em 24 de janeiro de 2019
bairros de goiânia
Tempo de leitura 6 min

Escolher um bairro bom para morar ajuda a evitar diferentes transtornos. Para essa escolha, os critérios variam conforme os interesses da pessoa ou família, mas alguns fatores são fundamentais. Por exemplo, é importante escolher um bairro seguro, com baixo índice de criminalidade e que conte com recursos que garantam maior segurança aos moradores.

Outros critérios envolvem a proximidade com hospitais, instituições de ensino, o local de trabalho, as áreas verdes (como parques e praças arborizadas que ajudam a melhorar a qualidade de vida) e os pontos comerciais em geral. Também é interessante observar a infraestrutura do local, verificando pontos como rede de água, de luz, de esgoto, acessibilidade e transporte público.

A seguir, listamos os melhores e mais valorizados bairros de Goiânia!

Jardim Goiás

O bairro está localizado em uma das regiões mais valorizadas da cidade e sua infraestrutura é privilegiada. Jardim Goiás fica perto de hipermercados, shoppings centers, bares, restaurantes e parques.

Alguns pontos estratégicos dos quais o bairro fica próximo são o Shopping Flamboyant, o Autódromo Internacional de Goiânia e o Estádio Serra Dourada.

Uma de suas limitações é que não existem tantas escolas e academias quanto poderia ter.

Setor Bueno

É o segundo maior bairro da cidade. Reúne diversas opções de lazer, comércio e cultura. O bairro oferece boa qualidade de vida e exibe elevadas construções e praças muito bem conservadas.

Um destaque especial é a sua estrutura educacional, pois apresenta muitas escolas do ensino fundamental, médio e pré-vestibular.

É uma região que se destaca também pela grande quantidade de empreendimentos imobiliários. Trata-se de um bairro moderno e dinâmico, que certamente agrada a maior parte dos moradores.

Um dos problemas no Setor Bueno é o intenso tráfego nas ruas, principalmente nos horários de pico — uma consequência das muitas opções que oferece, atraindo um grande público.

Setor Marista

O Setor Marista também é um dos melhores bairros de Goiânia. Tem acesso facilitado pelo Jardim Goiás, Setor Bueno e Nova Suíça. É uma das zonas mais nobres da capital, com os melhores restaurantes de Goiânia.

São diversas opções de entretenimento e um estilo de vida cosmopolita, com pessoas de diferentes origens e hábitos.

O trânsito também costuma ser difícil nos horários de pico e alguns moradores podem não gostar muito dos ruídos no polo gastronômico.

Setor Oeste

Esse bairro se localiza entre dois locais especiais: o Lago das Rosas e o Bosque dos Buritis. É uma região que se destaca por suas áreas verdes. A Praça Tamandaré é um ponto turístico e histórico de todo o estado.

No mês de dezembro, o Setor oeste torna-se uma dos bairros de Goiânia mais atraentes por causa da decoração aprimorada.

A maioria dos bancos e hotéis da capital está concentrada nessa região, fato que contribui para valorizá-la mais ainda.

O bairro também conta com um jardim zoológico que compõe o conjunto de áreas verdes. Tem lagos e diferentes espécies de mamíferos, répteis e aves, como o lagarto-rabo-de-macaco, a garça-branca-grande, o macaco-aranha, a tartaruga marinha e o maracanã-de-cara-amarela (maracanã-do-buriti).

O Setor Oeste data da década de 50, apresentando prédios mais antigos. Os imóveis mais antigos trazem um valor de condomínio bem mais alto, o que pode onerar o orçamento familiar.

Setor Sul

Região projetada pelo arquiteto Armando de Godoy e que faz parte da construção histórica do estado. Armando inspirou-se nas cidades-jardins europeias, dando ao bairro traços residenciais. Para as pessoas que apreciam convivência harmônica e espaços com sombras, esse pode ser o melhor bairro de Goiânia para morar.

Tal como o Setor Oeste, ele também apresenta edificações antigas que sofreram a ação do tempo. Mas, mesmo assim, algumas vielas e praças conservam a beleza do projeto de Armando.

Setor Universitário

A denominação é decorrente da grande quantidade de instituições universitárias que existem na região. Por esse motivo, trata-se de um bairro muito frequentado por estudantes, que também formam boa parte de sua população.

O Setor Universitário oferece atrações para todas as idades. Na Praça Universitária, acontecem eventos culturais e musicais que dão destaque aos artistas locais e de todo o país.

Em relação aos bairros de Goiânia citados acima, a infraestrutura da região não é tão boa.

Parque Amazônia

A infraestrutura é o destaque principal desse bairro. Mesmo apresentando um comércio intenso, ele não sofre com um trânsito desorganizado, marcado pelo congestionamento. Existe rota de ônibus, bons hospitais e concessionárias de marcas famosas.

O comércio conta com hipermercados, excelentes bares e restaurantes, clubes, academias, clínicas de estética e muitos outros tipos de empresas. O Shopping Buriti é um destaque nesse cenário.

Também exibe ótima área verde, representada pelo Parque Cascavel, que contribui para valorizar ainda mais a região.

O Parque Amazônia fica perto da Avenida Rio Verde. Essa avenida liga pontos importantes de Goiânia.

Jardim América

É um dos maiores bairros de Goiânia, localizado na região sul da cidade. Faz divisa com outros bairros nobres, como Nova Suíça, Parque Amazônia, Jardim Atlântico e Setor Bueno.

É um bairro com boa acessibilidade para diferentes pontos da cidade. Por isso, as pessoas aproveitaram para abrir diferentes negócios e famílias da classe A escolheram a região como local para morar em suas luxuosas mansões.

A infraestrutura satisfaz todas as necessidades dos moradores. Existem muitas praças com estrutura de lazer, como a Praça Santos e a Praça de Esportes. A Feira do Cepal é um local muito procurado pela população para fazer compras. Existem ainda farmácias, hipermercados, lojas diversificadas, campos de futebol e outras coisas.

Nova Suíça

O bairro surgiu como um conjunto habitacional na década de 70. É composto por 55 quadras no total, ficando entre os bairros Jardim América (a oeste), Parque Amazônia (ao sul), Bela Vista (a leste) e Setor Bueno (ao norte).

Uma característica especial é que ele se trata de um bairro predominantemente residencial. Mas fica próximo de shoppings centers, bares, hospitais e escolas do Setor Bueno.  

Está bem perto do Parque Vaca Brava, um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. Na verdade, ele se chama Parque Sulivan Terrestre e possui 79.800 metros quadrados. No parque, há um grande lago e um pequeno bosque com espécies nativas de fauna e flora. Vaca Brava era o nome da fazenda em cuja área foi construído o parque.

O que achou do post? Gostou de conhecer os melhores bairros de Goiânia? Então, aproveite e curta a página da URBS Imobiliária no Facebook!