Blog

planejar investimento em imóveis

Aprenda como planejar o investimento em imóveis em 3 passos

por URBS Imobiliária - Publicado em 26 de agosto de 2019
planejar investimento em imóveis
Tempo de leitura 6 min

Se você deseja ter uma renda extra no fim do mês e conseguir novas chances de negócios, deveria começar a planejar investimento em imóveis. Trata-se de um segmento seguro e que sofre poucos impactos decorrentes das oscilações do mercado e da iminente crise econômica. Além disso, proporciona boa rentabilidade e altas chances de valorização, a médio e longo prazo.

Quer se tornar um investidor inteligente e expandir o seu patrimônio? Então, este artigo foi feito para você. Vamos explicar como planejar investimento em imóveis e apresentar todas as informações sobre como tocar esse negócio de forma eficiente e segura. Acompanhe a leitura!

Qual é a importância do investimento em imóveis?

A negociação de imóveis sempre foi um meio tradicional de investimento, seja por meio de empreendimentos residenciais, comerciais, terrenos ou loteamentos. Independentemente do tipo de propriedade escolhida, esse tipo de negócio tem altas chances de retorno financeiro e gera a possibilidade de construção de um vasto patrimônio.

O mercado imobiliário oferece oportunidades diversificadas para os investidores, como comprar residências ou escritórios comerciais, alugar imóveis, ou até mesmo cotas de fundos imobiliários que são negociadas na Bolsa de Valores, por exemplo.

Quais são as vantagens de investir em imóveis?

Comprar um bem imóvel com a intenção de alugá-lo pode se tornar um negócio bastante promissor. Pensando nisso, conheça, a seguir, as vantagens de investir em imóveis.

Segurança

Um imóvel está imune a crises financeiras e à eventual falência de instituições bancárias. Nesse sentido, se você é proprietário desse tipo de bem, não corre o risco de sofrer prejuízos e perder o seu dinheiro, uma vez que o seu dinheiro não estará em uma conta corrente. Isso significa que ele é uma forma de investimento estável e que envolve menos riscos.

Potencial de sofrer valorização

A valorização do imóvel pode acontecer por vários motivos: melhorias no bairro, construção de linhas de metrô ou linhas de ônibus, aumento da segurança, instalação de comércio próximo etc. Isso sem contar em reformas estruturais na própria estrutura do imóvel, como novos revestimentos e acabamento.

Além disso, o déficit habitacional no Brasil e a situação de expansão populacional ensejam uma maior demanda de imóveis. Sendo assim, o aumento da procura por residências gera a valorização dos imóveis existentes.

Proteção contra os índices de inflação

O investimento imobiliário, seja por meio de incorporação ou aluguel de imóveis, por exemplo, é uma maneira de proteger de maneira direta o poder de compra que o seu dinheiro possui. Isso porque esse tipo de negócio não sofre grandes impactos causados pela inflação. Assim, o valor das prestações, do aluguel e de outras transações realizadas por meio do mercado imobiliário é atualizado conforme o INCC (Índice Nacional da Construção Civil).

Recebimento de renda extra

Quem é proprietário de imóveis pode viver de renda extra por meio de aluguel. Muitas pessoas, inclusive, preferem alugar uma residência do que arcar com os juros aviltantes referentes à compra de um imóvel próprio. Trata-se de um negócio que sofre poucos impactos decorrentes de crises econômicas, uma vez que a demanda por imóveis disponíveis para locação raramente diminui.

Diversificação

Mesmo quem aplica na Bolsa de Valores, por meio de fundos imobiliários, deveria dedicar uma parte de seu patrimônio para investir em imóveis reais e diretamente. Nesse sentido, o investimento em imóveis é uma alternativa para os investidores mais conservadores e que desejam variar a sua cartela de investimentos, reduzindo, assim, os riscos de perdas. Por isso,

Como planejar investimento em imóveis?

Agora que você já sabe que é possível ganhar dinheiro com imóveis, é importante entender que todo esse processo de investimento deve ser feito com planejamento e cautela, uma vez que estamos falando de altos valores envolvidos na negociação. Pensando nisso, veja os aspectos que devem ser observados durante a etapa de organização e planejamento esse tipo de investimento.

1. Conheça os diferentes tipos de imóveis para investir

De fato, existem imóveis que são mais vantajosos e rentáveis dentro do mercado para quem deseja realizar investimentos, seja a médio ou longo prazo. Descubra, a seguir, as principais modalidades.

Imóveis na planta

Nos casos de imóveis ainda estão na etapa de construção e não foram lançados, é importante saber como está a situação do mercado, conhecer a estrutura do imóvel e a região em que o bem está localizado. A partir desses elementos, é possível ter uma noção das chances de obter o retorno esperado.

Na prática, a maioria dos imóveis na planta é bem mais barata do que aqueles que já estão construídos e prontos para o comprador morar. Desse modo, uma boa ideia é efetuar a compra, esperar a entrega das chaves ou revendê-lo próximo da data de entrega. Nesse momento, a propriedade terá se valorizado bem mais, e os ganhos serão bem maiores.

Imóveis prontos para morar

Muitos investidores preferem comprar o imóvel pronto para morar ou alugar com o intuito de obter uma renda mensal fixa. Da mesma forma, é necessário conhecer a situação do mercado e outros aspectos como, o tamanho e a localização da propriedade.

Terrenos

Os terrenos são uma opção vantajosa por quem ter uma boa visão do futuro e tem o objetivo de lucro a médio e longo prazo. Isso porque, geralmente, há um desenvolvimento das regiões ao redor do terreno, o que o torna mais valorizado. Além disso, eles são bastante procurados por construtoras que também preferem construir para depois vender ou alugar.

2. Encontre boas oportunidades de negócio

O mercado costuma apresentar boas oportunidades para os investidores imobiliários. Podemos mencionar como exemplo, a valorização de uma região ao entorno do imóvel e a baixa das taxas de juros. Nesse sentindo, para saber se está fazendo um bom negócio, é possível calcular a taxa de retorno. Assim, você fica sabendo o valor que vai ganhar se porventura, comprar ou locar o bem.

3. Defina o perfil dos imóveis

Cada imóvel costuma apresentar um perfil próprio: imóveis para venda, imóveis para aluguel, imóveis para temporada etc. Cada um apresenta suas vantagens e particularidades. Assim, escolha o seu objetivo (dependendo se deseja vender, locar por um período indeterminado ou apenas por temporadas) e planeje a melhor forma de investimento a partir da observação do mercado financeiro e das taxas.

Diante desse fato, nada melhor do que contar com o apoio de uma imobiliária de confiança para ajudar durante todo esse processo. Esses profissionais têm maior conhecimento sobre as tendências do mercado e dominam melhor as técnicas envolvendo o investimento em imóveis.

É possível obter altos retornos financeiros mensais se você planejar investimento em imóveis de maneira eficiente. Trata-se de um negócio que continua sendo seguro e rentável. Basta saber aproveitar as oportunidades e conhecer a demanda do mercado.

Quer investir em imóveis, mas tem dúvidas sobre como proceder? Não se preocupe. Nós podemos ajudá-lo! Entre em contato conosco!


Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Categorias: Mercado e Investimentos