Blog

perfil de investidor

Perfil de investidor: saiba agora mesmo qual é o seu antes de investir

por URBS Imobiliária - Publicado em 28 de maio de 2020
perfil de investidor
Tempo de leitura 6 min

Um investidor de sucesso não é simplesmente aquele que escolhe o investimento mais lucrativo. De fato, a grande chave para investir bem é conhecer seu próprio perfil de investidor. Afinal, um aporte que é ótimo para uma pessoa pode não valer a pena para outra e vice-versa.

Portanto, neste conteúdo você aprenderá a identificar qual é o seu perfil, quais são os investimentos indicados para cada categoria e qual a importância de entender esse aspetos para construir uma boa carteira. Confira mais a seguir!

Entenda o que é um perfil investidor

Um perfil investidor é um tipo de análise realizada a partir de uma série de perguntas que visam identificar quais são suas maiores expectativas e preferências em relação aos investimentos. Então, com questões simples, como “o quão tolerante à risco você é” ou “por quanto tempo deseja esperar para receber retornos”, já é possível determinar seu perfil.

Esse perfil é baseado em três requisitos: segurança, liquidez e rentabilidade. Com isso, as perguntas feitas tentam identificar quais desses pilares importa mais para você. Afinal de contas, será bastante improvável encontrar alguma aplicação no mercado que ofereça esses três requisitos de forma igualitária.

A partir disso, quando se trata de tomar uma decisão, será normal abrir mão de parte da segurança, liquidez ou lucratividade para chegar aonde deseja com seu patrimônio. Em suma, o que você escolher “sacrificar’’ é o que determinará o seu perfil.

Saiba a importância de conhecer o seu perfil investidor

Ao saber identificar seu perfil de investidor, você consegue configurar uma estratégia de investimento que corresponda à sua realidade e expectativas. Dessa forma, evita agir por impulso, como em momentos de desequilíbrio emocional ou quando uma “oportunidade imperdível” aparece no mercado, correndo o risco de perder dinheiro.

Em outras palavras, o perfil do investidor deve ser o primeiro recurso levado em consideração na hora de gerenciar seus investimentos e escolher os ativos nos quais você investirá. Com esse conhecimento, você pode se concentrar em estudar especialmente as aplicações que fazem sentido para suas necessidades, economizando tempo e energia.

Descubra os principais tipos de perfis de investidor

Depois de compreender a importância de reconhecer seu perfil investidor, saiba quais são as categorias mais comuns a seguir.

Investidor conservador

Um investidor conservador é aquele que prioriza a segurança em investimentos financeiros. Esse perfil opta por ativos menos arriscados, mesmo que resulte em retornos mais baixos. Em geral, os investidores conservadores investem seu dinheiro em renda fixa para já saber quanto ganharão desde a data da aplicação.

Investidor moderado

O perfil de investidor moderado é alguém que pode correr um pouco de risco, mas não faz muita loucura. Para esse perfil, o principal objetivo é alcançar um equilíbrio entre risco e rentabilidade, aceitando assumir riscos um pouco maiores e calculados adequadamente, desde que isso proporcione maiores lucros.

Os investidores moderados normalmente investem a maior parte de seu dinheiro em renda fixa, mas alocam outra parte do valor em ações — renda variável.

Investidor arrojado

O investidor arrojado prioriza a lucratividade, mesmo se ele estiver mais exposto a riscos. Isso não significa, no entanto, que esse perfil goste de riscos. A ousadia também busca entender a relação entre risco e rentabilidade, mas permite correr um pouco mais de risco para talvez obter lucros maiores. Os investidores com esse perfil tendem a apostar mais em renda variável, como o câmbio ou mercado de ações.

Veja como reconhecer o seu perfil

Mesmo já conhecendo os perfis de investidor, muitas pessoas ainda sentem dificuldades para identificar em qual deles se encaixam. Portanto, reunimos algumas dicas a seguir.

Tolerância à perda

Imagine investir 10 mil reais hoje. Como você se sentiria se perdesse grande parte desse dinheiro em um curto período de tempo? No final, quanto mais você estiver disposto a arriscar — tolerância à perda —, mais ousado será o seu perfil.

Então, se você deseja investir sem os grandes riscos de perder dinheiro, definitivamente tem um perfil conservador. Por outro lado, se aceita assumir um pequeno risco, pode se considerar um investidor de perfil moderado.

Conhecimento financeiro

Para aqueles que estão começando no mundo dos investimentos, pode ser tentador arriscar tudo para tentar obter um lucro maior. O problema é que, na grande maioria dos casos, isso leva a perdas, pois ter um perfil arrojado exige mais conhecimento financeiro. No geral, se você está começando a investir agora, seu perfil será conservador.

Tipo de objetivo

Aqueles que investem para garantir a aposentadoria, compram bens materiais ou até pagam pela faculdade de seus filhos, geralmente se enquadram no perfil conservador. Já quem investe com o objetivo de tentar obter altos valores e enriquecer, porque já tem esses outros aspectos resolvidos em sua vida, tende a se enquadrar no perfil arrojado ou moderado.

Aprenda a escolher os investimentos adequados

Até agora já ficou bastante claro que você deve considerar seu perfil investidor na hora de escolher seus investimentos. Por isso, veja mais adiante quais são os tipos de aplicações indicadas para cada perfil.

Investimentos para o conservador

Conforme já dissemos anteriormente, o perfil de investidor conservador não gosta de correr riscos. Portanto, deve procurar um portfólio de investimentos que dê prioridade máxima à segurança. Com isso em mente, o indicado é que o conservador invista 100% de seu dinheiro em renda fixa, como Tesouro Direto, Certificado de Depósito Bancário e Letras de Crédito, Fundos Imobiliários etc.

Investimentos para o moderado

Caso você tenha um perfil de investidor moderado, isso significa que está disposto a correr certo risco a fim de obter melhores lucros. Então, para equilibrar sua carteira, é ideal que você invista 70% em títulos de renda fixa e 30% em renda variável, como ações. Nessa forma, você aumenta as chances de conseguir melhores retornos, mas, também consegue suavizar os riscos.

Investimentos para o arrojado

Para o tipo arrojado de investidor, podemos dizer que as opções focadas em ações, ou seja, na Bolsa de Valores, são maiores. Aplicar em Ações, Commodities, Moedas ou Índices, por exemplo, são as principais opções. Entretanto, isso não significa que o investidor arrojado deve fugir da renda fixa. É essencial prezar pelo equilíbrio, portanto, a recomendação é investir 40% em títulos de renda fixa.

Tudo o que dissemos até agora sobre perfil de investidor e em qual categoria você se enquadra melhor pode mudar no futuro. Isso significa que, se você é um investidor conservador hoje, pode se tornar um investidor moderado daqui a pouco ou mesmo um arrojado em alguns anos.

De todo modo, isso significa que você deve estudar constantemente o assunto para conseguir adaptar suas novas preferências financeiras.

Agora que você já conhece o seu perfil de investidor, descubra agora mesmo se vale a pena investir no mercado de imóveis de luxo!