Blog

Mercado imobiliário adere à Black Friday

por Diego Siqueira - Publicado em 29 de novembro de 2019
Tempo de leitura 1 min

”No segmento de usados, tem até fazenda com desconto de R$ 1,5 milhão”.

Uma das datas mais esperadas do ano pelos consumidores, a Black Friday, deve movimentar cerca de R$ 3 bilhões na economia brasileira, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e consultoria Ebit/Nielsen. Realizada tradicionalmente na última sexta-feira do mês. Originada nos Estados Unidos, a Black Friday tem se consolidado no Brasil nos últimos anos e vem ganhando a adesão de novos segmentos, como o imobiliário. Prevista para acontecer no dia 30/11, a data coincide com o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro, o que podem impulsionar o consumo dos brasileiros.

A Black Friday também está ganhando adesão dos imóveis usados. A URBS Imobiliária negociou com mais de 50 proprietários de imóveis descontos especiais para a venda nesses dias. Casas, apartamentos, imóveis comerciais e até fazendas entraram no pacote de ofertas.

“É uma oportunidade para o comprador que estava angariando  um abatimento na negociação e para o proprietário que está com mais pressa de levantar recursos”, diz Leandro Chaer, diretor da empresa. Os descontos giram em torno de 20%. Um apartamento no setor Oeste caiu o valor de R$ 240 mil para R$ 198 mil.  Uma fazenda chega em Jussara chega tem a pedida de R$ 6,5 milhões, fora da promoção custa R$ 8 milhões.