Blog

Imposto de renda 2021, e agora? Declare seu imóvel sem dor de cabeça

Imposto de renda 2021, e agora? Declare seu imóvel sem dor de cabeça

por Tainara Santos - Publicado em 24 de março de 2021
Imposto de renda 2021, e agora? Declare seu imóvel sem dor de cabeça
Tempo de leitura 4 min

Entenda agora como incluir seu imóvel na ficha de Bens e Direitos e declarar seu Imposto de Renda corretamente em 2021.

A entrega do IR começou no dia 1º de março de 2021. O prazo final para acertar as contas com o leão se encerra às 23h59 (horário de Brasília) do dia 31 de maio, após a recente prorrogação estabelecida pela Receita Federal para suavizar as adversidades causadas pela pandemia de COVID-19.

Além de incluir seus imóveis na declaração, é necessário informar quaisquer transações envolvendo esses bens, como: compra, venda, doação, financiamento ou herança de imóvel. 

Declarando imóveis no Imposto de Renda

Os imóveis devem ser declarados na ficha Bens e Direitos, cada imóvel tem um código específico que deve ser preenchido, casas por exemplo são identificadas pelo código 12. No campo Discriminação você pode incluir informações à respeito da situação da sua propriedade, é interessante preencher com bastante riqueza de detalhes e atenção. Lembrando que o valor declarado 

Financiamento no Imposto de Renda

Se você financiou um imóvel as informações sobre essa movimentação entram na seção de Bens e Direitos, ao abrir o campo você deve selecionar o código do bem que vai declarar e esclarecer que o bem é financiado.

No campo Situação em 31/12/2020 você indica apenas o valor já pago do financiamento, somando dessa maneira o valor da entrada e o valor total das parcelas de financiamento mensal. Caso o financiamento tenha começado em anos anteriores a 2020 o valor pago durante esse período deve ser somado a todas as parcelas pagas em 2020 e incluído no campo Situação em 31/12/2020.

Dessa maneira o contribuinte mantém a mesma informação da declaração do IR de 2020 no campo Situação em 31/12/2019 e evita inconsistências na declaração. 

É ainda necessário incluir em qual instituição financeira ou banco foi realizado o financiamento. 

Você acessa o Programa Gerador de Declaração DIRF 2021 clicando aqui

Imóveis com mais de um proprietário

Estes tipos de imóveis devem ser declarados por todos os proprietários a que pertencem, quaisquer que seja a relação entre os proprietários. Dessa maneira o valor informado na prestação de contas indicará apenas a parte correspondente à cada proprietário no imóvel, seja a metade ou um terço do bem, e não ao imóvel por completo.

Imóveis comprados fora do Brasil

Esse tipo de imóvel será declarado na na mesma seção, Bens e Direitos, com o cuidado de que o valor informado deverá ser calculado na moeda em que foi negociado, e em seguida o contribuinte usa a cotação de dólar PTAX para converter esse valor de compra para o dólar vigente na data e em seguida para real.

Consórcios

Nessa situação o contribuinte declara todas as parcelas pagas em 2020 na ficha Bens e Direitos usando o código ‘95 – Consórcio não contemplado’ , somando todos os lances feitos, caso ainda não tenha recebido a carta de crédito. 

Novamente no campo Situação em 31/12/2020 o contribuinte informa todos os valores pagos em 2020, e caso tenha aderido ao consórcio antes 2019 se soma os valores dos anos anteriores a 2020. 

Em Discriminação se especifica o CNPJ e nome da administradora do consórcio, o tipo de bem que será comtemplado, seja por exemplo um terreno, loteamento, apartamento ou casa, a numeração da cota e as especifiçações de parcelas já quitadas e parcelas a se pagar.

Benfeitorias e Reformas

Intervenções no imóvel que influenciem ou mesmo aumentem seu valor venal devem ser declaradas. Se caracterizam assim construções, ampliações, reparos (mesmo que pequenos) e pinturas. O contribuinte irá adicionar a esse montante o valor gasto com mão de obra e insumos utilizados, para isso é necessário ter a organização bem feita da documentação. Organize suas NF-e, recibos e quaisquer registros que certifiquem os gatos.

O código específico para se incluir essas informações no IR é 17 – Benfeitorias, para imóveis adquiridos antes de 1988 e em Discriminação especificando-se o tipo do imóvel (apartamento ou casa, por exemplo) para imóveis adquiridos após o ano de 1988.

Existem muitas especificações a serem seguidas, é preciso que você fique atento para não se confundir e estar em dia com o fisco. Saiba mais sobre como declarar a venda de imóvel no imposto de renda clicando aqui e tire todas as suas dúvidas sobre imposto de renda antes da data final de declaração, que acontece no dia 30 de maio de 2021.