Blog

imobiliária de confiança

7 dicas para você escolher uma imobiliária de confiança

por URBS Imobiliária - Publicado em 29 de janeiro de 2019
imobiliária de confiança
Tempo de leitura 6 min

A demanda por imóveis nunca para. Há épocas em que ela é maior, há tempos em que ela é menor. Mas é uma busca contínua, pois o imóvel representa segurança para si mesmo e sua família. Quem não pode comprar, aluga. Quem pode, compra ou constrói. Há os que reformam seu imóvel novo, deixando-o com cara de novo.

Seja para comprar, vender ou alugar, recomenda-se procurar uma imobiliária de confiança para efetivar a busca e finalizar a negociação.

Mas como saber se a imobiliária é realmente de confiança? Como avaliar com segurança? A seguir, passamos 7 dicas para você fazer uma boa escolha!

1. Peça indicações aos familiares e amigos

É provável que alguns de seus familiares e amigos tenham comprado, alugado ou vendido um imóvel recentemente ou há muito tempo. Assim, você pode consultá-los a fim de se informar melhor sobre como os processos foram realizados, se a imobiliária agiu com idoneidade, se havia corretores disponíveis, se demorou muito ou pouco tempo até a concretização do negócio, se houve problemas de documentação, qual o valor dos serviços e assim por diante.

A opinião dessas pessoas ajudará a filtrar as melhores imobiliárias, descartando aquelas que não receberam boas indicações dos amigos e parentes.

2. Confira a reputação da empresa

A opinião dos familiares e amigos já permite ter uma ideia clara da reputação da imobiliária. Mas você pode ir mais além em suas pesquisas.

Antigos clientes também podem oferecer boas informações, mesmo que não sejam amigos ou familiares. Um cliente satisfeito sente desejos de divulgar o nome da empresa para que outros façam negócios por meio dela. Da mesma forma, muitos clientes insatisfeitos gostam de criticar em público, mostrando que a imobiliária não merece confiança e realiza um mau trabalho.

Pesquise no site e no blog da imobiliária. Geralmente, as empresas deixam espaço para que os clientes façam seus comentários.

Outro local é a página dela no Facebook, onde devem existir muitos comentários sobre a empresa, queixas e elogios. Observe também como a empresa respondeu aos comentários. Se ela evita responder é porque pode não ser plenamente de confiança. Se responde mal, também é um comportamento duvidoso, que levanta suspeitas sobre ela.

Lembre-se que qualquer um pode cometer falhas. Porém, quando se assume o erro e procura corrigi-lo, a empresa está se mostrando honrada, preocupada em realmente agradar o cliente e fazer um bom trabalho.

Se a imobiliária consegue resolver a maior parte dos problemas em um tempo aceitável, é porque merece um voto de confiança.

Outra dica é anotar o CNPJ da empresa e consultar no site do Tribunal de Justiça e/ou no site do Procon para ter certeza de que ela está “limpa”, sem processos, nem dívidas não pagas.

3. Verifique o registro dos corretores no CRECI

Outra maneira de escolher uma imobiliária de confiança é confirmando se os corretores que trabalham lá são registrados no CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis). Ele é o órgão que fiscaliza as imobiliárias e os profissionais que atuam com corretagem.

No CRECI, estão os registros de todos os profissionais autorizados a intermediar a compra, a venda e a locação de imóveis. Também contém o registro de queixas e suspensões do corretor por comportamento errado ou antiético durante o desenvolvimento de seu trabalho.

O CRECI é filiado ao COFECI (Conselho Federal de Corretores de Imóveis). O corretor, para atuar, precisa ter um curso técnico ou mesmo superior. É possível confirmar se os corretores e a imobiliária estão registrados no CRECI por meio da internet, acessando o site do Conselho. Como ele é regional, existe um CRECI para cada estado (ao contrário do COFECI, que é único).

4. Faça uma visita à sede da imobiliária

Apesar das facilidades da internet que permitem resolver tudo remotamente, sempre é bom fazer uma visita à sede da imobiliária. Assim, você verá como ela é de verdade. Poderá observar a recepção, o atendimento prestado e a infraestrutura do local. Também confirmará se a fachada e as imagens da empresa mostradas nas fotos da internet realmente são autênticas.

Infelizmente, ainda é costume as pessoas tentarem enganar por meio da internet, fornecendo imagens mais atrativas a fim de captar clientes. Se a empresa se comporta assim, tentando esconder sua verdadeira identidade visual, é de duvidar se ela realmente é uma imobiliária de confiança.

5. Analise a carteira de imóveis da imobiliária

É um fato comum que as imobiliárias procurem se especializar em uma determinada zona ou bairro da cidade, como bairros nobres ou mesmo bairros da periferia. A especialização pode ser por nicho e não geográfica, assim como uma imobiliária pode se especializar em imóveis comerciais, de alto padrão ou imóveis pequenos.

A especialização contribui para que você tenha o maior número de informações confiáveis a respeito do imóvel que deseja comprar/alugar.

Os corretores lidam diariamente com pessoas que apresentam perfil semelhante ao seu e estão preparados para dar orientações oportunas para que você efetue o melhor negócio.

Observe o número de imóveis que compõem a carteira da imobiliária e verifique também a qualidade desses imóveis.

6. Confirme a transparência da imobiliária

Uma imobiliária de confiança oferece informações importantes sobre o imóvel, bem como conhecimentos sobre as leis que abordam o assunto e todos os documentos exigidos para que o negócio seja efetivado.

A boa imobiliária assegura que o cliente receba todas as informações que precisa. A verdade é que os profissionais que atuam com intermediação imobiliária podem ser penalizados perante a Justiça se agirem de má-fé no contrato ou se forem responsáveis, durante a negociação, por prejuízos causados aos clientes.

7. Tire todas as suas dúvidas

Por esse motivo, você não deve se sentir inibido para fazer perguntas e sanar suas dúvidas. Procure acompanhar todo o processo, sempre participando e mostrando interesse nos resultados.

Muitos conflitos e negócios mal feitos podem ser evitados com apenas algumas perguntas do cliente. A boa imobiliária não se sentirá incomodada com suas perguntas e dúvidas, pois sabe que você não é obrigado a entender tudo que está associado ao segmento imobiliário. Se você fosse um expert, não precisaria da mediação dela.

Com essas 7 dicas, você poderá escolher uma imobiliária de confiança e comprar, vender ou alugar um terreno, casa ou apartamento com toda a segurança e de maneira muito mais vantajosa.

E você, está pensando em comprar um imóvel? Entre em contato com a URBS Imobiliária e veja o que ela tem a te oferecer!


Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Categorias: Dicas