Blog

Cuidados essenciais para evitar dor de cabeça com o imóvel alugado

por Diego Siqueira - Publicado em 13 de junho de 2019
Tempo de leitura 2 min

Mora de aluguel ou está pensando em alugar? Os cuidados vão além da escolha da localização, tamanho e valor. Confira dicas importantes para evitar dor de cabeça com o imóvel alugado.

 

  1. Estar atento a vistoria inicial do imóvel

Essa é a hora em que quem vai alugar precisa ficar atento a possíveis defeitos estruturais que devem ser sanados pelo locador no momento de sua entrada no imóvel ou até mesmo considerações sobre o estado do imóvel. O inquilino recebe um termo de retificação com 2 campos para preenchimento, sendo:

  • Retificações: Neste campo deve descrever apenas os itens que estiverem divergentes ou não discriminados no relatório de vistoria de entrada detalhando por ambientes para análise e parecer do profissional de vistoria. Exemplo: Ambiente 1. (Sala), Descrição: Manchas na pintura e Foto: Tirar foto e renomear com nome e numeração do item.
  • Reparos Estruturais: Neste campo deve descrever as solicitações de reparos estruturais no imóvel, ou seja, itens que você gostaria que fossem reparados que impedem o uso. Exemplo: Ambiente 2. (Cozinha), Descrição: Vazamento na torneira e Foto: Tirar foto e renomear com nome e numeração do item.

 

  1. Usar materiais adequados na limpeza

Durante o período em que está usando o imóvel, o locatário é o responsável pela manutenção básica deste espaço e por isso na hora de cuidar do imóvel precisa ficar atento com produtos que usa para limpar, piso, paredes e portas, sob o risco de danificar e depois ter que arcar com a troca ou reparo de algum item. Por exemplo, certos produtos não podem ser usados em determinados pisos, pois podem causar manchas, como os porcelanatos, que são mais delicados;

  1. Cuidado com portas e armários de madeira

Ainda na hora da limpeza é preciso ficar atento com as portas e armários, pois quando em contato frequente com água se danificam fácil, e aí pode ser outro prejuízo que poderá ser cobrado do inquilino.

  1. Manter as contas em dia

Assim como o locador precisa estar com as contas de água, energia, gás, condomínio, IPTU em dia, para que o locatário entre no imóvel sem maiores problemas, quem aluga também precisa estar assíduo com as contas, que ao final do contrato devem ser todas apresentadas.


Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Categorias: Dicas Tags: