Blog

como investir em imóveis

Como investir em imóveis: 7 dicas para quem quer começar!

por URBS Imobiliária - Publicado em 18 de novembro de 2019
como investir em imóveis
Tempo de leitura 6 min

O mercado imobiliário brasileiro está aquecido. O aumento do número de lançamentos, as novas modalidades de financiamentos, a queda da taxa Selic e o déficit de moradia formam um cenário otimista para quem deseja aplicar o dinheiro no setor. Por se tratar de um investimento seguro e com alta rentabilidade, muitas pessoas querem saber como investir em imóveis.

Vale lembrar que esse tipo de negócio requer análises criteriosas, estratégias e atenção a alguns detalhes. Portanto, se você é uma dessas pessoas que desejam aplicar o dinheiro em algo que dê um bom retorno, fique de olho neste post. Listamos as principais dicas para que você comece a investir no setor sem cometer erros. Acompanhe!

1. Defina seus objetivos

O primeiro passo para saber como investir em imóveis é definir seus objetivos. O mercado oferece várias formas de aplicar seus recursos. Há a possibilidade de comprar um imóvel para revendê-lo e, assim, lucrar com a negociação. Nesse caso, você pretende comprar um imóvel novo, usado ou na planta, por exemplo?

Também existe a opção de adquirir uma propriedade para obter renda por meio da locação residencial ou comercial. Ainda, a locação pode ser por um contrato longo ou por temporada. Caso você ainda não tenha decidido em qual nicho pretende investir, preste atenção aos próximos tópicos, pois explicaremos melhor cada uma dessas opções.

2. Escolha terrenos no entorno de grandes capitais

Os terrenos costumam valorizar de maneira rápida. Desse modo, podem ser vendidos para construtoras por valores bem maiores do que quando foram adquiridos. As cidades têm crescido em um ritmo bastante acelerado, o que faz com que a expansão horizontal seja contínua.

Ainda há o fato de que a procura por condomínios aumentou. Esses fatores fazem com que a demanda por terrenos também se eleve, tornando-os um bem com ótima valorização e alta liquidez. Para garantir um bom retorno financeiro, o ideal é comprar um terreno no entorno de grandes capitais, pois em pouco tempo ganha destaque por sua localização.

Outro ponto importante que torna o investimento em terrenos uma opção bastante interessante é a onda dos condomínios de luxo. Como as construtoras obtêm uma boa margem de lucro, compensa comprar terrenos e investir em terraplanagem e outras melhorias.

3. Reforme imóveis usados

Se souber garimpar e tiver olhos para identificar o potencial de uma propriedade, você pode encontrar um verdadeiro tesouro. Em geral, os imóveis antigos foram construídos em uma excelente localização, muito antes do crescimento das cidades. Além disso, se ele estiver muito tempo à venda, é possível negociar um preço mais baixo com o vendedor. Contudo, analise se o preço do imóvel mais o valor da reforma compensam a revenda.

Alguns necessitam apenas de poucos reparos para atraírem interessados. Você pode, por exemplo, comprar um imóvel usado e fazer as mudanças necessárias para alugá-lo como ponto comercial. Dependendo da estrutura, é fácil transformá-lo em uma clínica, consultório, escritório ou dividir em salas comerciais.

4. Compre apartamentos na planta

A cada instante surgem novos empreendimentos imobiliários e, com isso, oportunidades boas de adquirir um apartamento na planta. Esse tipo de imóvel é disponibilizado pelas construtoras nas fases iniciais da obra e, por isso, custa bem menos do que quando estiver concluído. Por esse motivo, essa modalidade atrai muitos investidores. Alguns deles revendem logo que percebem a valorização, mesmo com o imóvel ainda em construção.

Outra opção é investir em acabamentos e uma bela decoração para valorizar ainda mais seu preço. Atualmente, muitas pessoas têm procurado apartamento já mobiliado. Isso ocorre principalmente entre os jovens casais, que preferem alugar um espaço pronto para morar enquanto se programam para adquirir um imóvel próprio.

5. Opte por regiões com potencial de valorização

A localização do imóvel ou terreno é um dos principais elementos que definem o valor de revenda ou locação. Também, é um fator decisivo para o aumento de sua procura, facilitando a sua negociação. No caso de terreno, como mencionamos, escolha um nos arredores dos grandes centros urbanos. Seu valor aumentará em pouco tempo.

Ao comprar imóveis, seja para vender, seja para alugar, prefira os situados em regiões próximas a comércios e serviços, a áreas verdes e de lazer, com boa infraestrutura e segurança. Afinal, esses aspectos valorizam o imóvel, o que significa um maior retorno para o seu investimento.

6. Calcule a taxa de retorno

O Retorno Sobre Investimento (ROI) é um dos principais indicativos no mundo dos negócios e imprescindível na análise de investimentos. Seu objetivo é mostrar, por meio de uma taxa, quanto o investidor pode ganhar ou perder em relação ao valor aplicado em determinado investimento.

Ao calcular a taxa de retorno é possível prever resultados, assim, a tomada de decisões é mais acertada, visto que é fundamentada em números. O cálculo do ROI é bastante simples. Primeiramente, é preciso subtrair o lucro obtido com o investimento pelo próprio valor aplicado. Em seguida, divide-se esse resultado pelo mesmo valor aplicado. Observe a fórmula:

ROI = (lucro obtido – valor investido) / valor investido

Digamos que você adquiriu um imóvel usado por R$300 mil e gastou R$50 mil em reformas, totalizando R$ 350 mil. Se você recebeu uma oferta de R$500 mil pela propriedade, faça o seguinte cálculo para saber a taxa de retorno e decidir se a venda vale a pena:

ROI = (500.000 – 350.000) / 350.000

ROI = 0,43

Como o ROI normalmente é expresso em porcentagem, multiplique o resultado por 100. No exemplo, você obteve 43% de retorno. Ou seja, a venda por esse valor é um excelente negócio.

7. Tenha sempre a ajuda de profissionais

As negociações imobiliárias contam com uma burocracia grande e diversos detalhes que podem ser bastante complexos para quem não está acostumado. Por isso, o ideal é contar com a ajuda de uma imobiliária de confiança para intermediar sua compra, venda ou locação. Afinal, ela tem conhecimento de mercado e ampla experiência para agilizar o processo e torná-lo mais fácil para você.

Um consultor imobiliário fornece informações sobre como investir em imóveis, quais os investimentos mais adequados ao seu perfil segundo seus objetivos e necessidades, quais as modalidades de financiamento e como será a rentabilidade sobre o patrimônio.

Por sua vez, o corretor leva em consideração todas as operações que abrangem a transação imobiliária, incluindo os vários documentos a serem obtidos para a regularização do imóvel. Isso faz com que a imobiliária tenha papel fundamental para que seus investimentos sejam realmente rentáveis.

Agora que você já entendeu como investir em imóveis, escolha a opção mais adequada ao seu perfil de investidor e procure o auxílio profissional para não ter nenhum erro em suas negociações e garantir uma boa rentabilidade sobre os seus ativos. Mesmo que se trate de uma aplicação segura e com ótimos retornos, é fundamental assegurar que ela seja feita da melhor forma possível.

Gostou das nossas dicas? Que tal saber mais sobre o assunto? Então, não deixe de ler outro post para saber 7 razões para investir em imóveis agora.


Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Categorias: Mercado e Investimentos