Blog

Como investir em 2021: 4 fontes de rentabilidade no mercado imobiliário

Como investir em 2021: 4 tendências para FIIs

por Johan Pedro - Publicado em 08 de janeiro de 2021
Como investir em 2021: 4 fontes de rentabilidade no mercado imobiliário
Tempo de leitura 4 min

Pretende investir em 2021? Com segurança e alta rentabilidade, o mercado imobiliário é uma ótima opção para diversificar sua carteira de investimentos. 

De grandes acionistas até pequenas poupanças, todos investidores têm um canto para morar. Por isso, escolher entre alugar ou comprar, além do tipo de imóvel ideal para você, é uma ótima estratégia para alinhar seus custos de habitação com o seu perfil de investidor.

Existem alguns caminhos para aproveitar o seu patrimônio, as principais possibilidades são: alugar um imóvel mais econômico para você, locar seu imóvel e alugar outro  com custos menores, investir em imóveis para locação e investir em Fundos Imobiliários (FIIs). 

Alugar para economizar

O principal conselho dos economistas é de que os custos de habitação (aluguel ou parcelas do financiamento, condomínio, etc.) não ultrapassem 30% do seu orçamento familiar. Mas também é importante levar em conta os custos associados à localização da sua residência e os retornos que ela oferece com a oferta de piscina, academia entre outras comodidades.

Leve em conta que, dependendo do seu perfil, mudar para um imóvel mais próximo do seu trabalho, da escola, ou que ofereça academia, salas de home office na área comum, entre outras facilidades, pode gerar uma grande economia no seu orçamento, abrindo mais possibilidades para seus investimentos. 

Na hora de escolher um novo lar, uma dica é calcular se o valor cobrado pela locação corresponde a 0,4% do valor de mercado do imóvel. Geralmente, esse é um bom parâmetro para saber se o valor pedido está “caro” ou “barato”, embora particularidades do mercado local possam influenciar esse indicador. Na dúvida, conte com uma imobiliária experiente e de confiança para te guiar no processo de locação.

Investir no seu imóvel

Se você já tem um imóvel e parte do seu orçamento está travado no financiamento dele, considere duas coisas: renegociar com o banco e alugar o seu imóvel.

Com taxas de juros tão baixas atualmente, negociar com seu banco ou com outras instituições financeiras pode garantir excelentes condições para seu financiamento atual. Parcelas menores ou prazos maiores podem desafogar seu orçamento e fazer parte do seu dinheiro render mais! 

Associado à dica anterior, outra alternativa também pode ser locar seu imóvel atual e morar em um imóvel alugado, onde o que você recebe como proprietário, provavelmente pode cobrir seus custos com habitação e ainda sobrar uma graninha para investir mais!

Investir em locação

Diversificar é a palavra-chave para quem deseja ser bem sucedido no mundo dos investimentos. 

As principais projeções sobre mercado imobiliário apontam que a busca por imóveis para alugar será uma tendência cada vez mais forte para as gerações dos anos 90 e 2000, que preferem alugar ao invés de fazer grandes investimentos em um imóvel próprio. 

Aproveitar essa onda investindo em empreendimentos focados em imóveis para locação é uma excelente forma de garantir rentabilidade com liquidez. Assim como o investimento em ações rende dividendos, o investimento em imóveis garante rentabilidade mensal com os aluguéis e também a valorização do imóvel propriamente dito a médio e longo prazo. 

Fundos Imobiliários (FIIs)

Investir na bolsa é uma grande tendência para 2021, o desafio é investir com segurança em meio a tantas opções. Considere investir em fundos imobiliários tendo em vista o forte crescimento do segmento em 2020, que mesmo com o impacto da pandemia, registrou um bom retorno para seus investidores. 

Na hora de investir nesse tipo de ativo, considere alinhar se o perfil desse ativo é compatível com o seu perfil de investidor, risco, liquidez e rentabilidade variam muito de um fundo para outro. 

Avalie o valor da cota, ao dividir o preço da ação pelo valor patrimonial (P/VPA) é possível identificar cotas  que sofram desvalorização recente ou enfrentam crises de confiabilidade, procure por valores próximos ou acima de 1.0.

Além disso, verifique o portfólio de imóveis e os relatórios mensais desses ativos, todas essas informações vão te ajudar a encontrar fundos com boa rentabilidade e grande potencial de valorização. 

Comente como as dicas desse post vão te ajudar a transformar seu patrimônio em 2021!